30 de setembro de 2013

O desejo é algo indecifrável e estranho. Faz com que caiam conceitos, teorias e crenças. Começa com o som da voz, segue com um toque de dedos de mãos másculas macias e culmina na união de lábios. O calor inunda cada parte do corpo com arrepios. O frio percorre a espinha e quase ameniza com o aquecimento de tamanho anseio. Desejo, querência, domínio, loucura. É um corpo que domina o outro e quase verbaliza palavras não ditas. Dizer ou não o que se insinua, pensa, sente? Fazer ou não o que se espera, almeja, quer? Quem não quer beijo, beijinho, beijão. Ou abraço, abracinho, abração. Bem dados. E, de fato, explícitos assim serão o afeto, o carinho, o tesão. É a cobrança do ser querido, do ser desejado, do ser simplesmente valorizado. A busca é pelo valor, pela intenção, pela certeza de que a intensidade é a mesma. Se assim não for, vou em frente. Penso, repenso, dispenso o que não me faz feliz.

5 comentários:

  1. Simplismente viajei no poema adoreii...Beijos
    http://meninadivadamodaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá
    O que escreveu está perfeito e tem tudo com a realidade, quem não gosta de sentir-se acarinhado(a), amado(a).

    Abraço

    ab

    ResponderExcluir
  3. Adoro vir no seu blog,quando estou com problemas, estresse ou apenas quando quero ler bons textos. Parabéns pelo seu trabalho é ótimo!

    Obrigada por visitar meu blog, volte sempre: http://cliquedemoda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Todos passamos a vida esperando que alguém nos dê valor pra nos sentirmos amados.
    É bem essa a realidade mesmo!

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Que Deus abençoe seu Natal
    seja uma noite linda junto dos seus familiares,
    pois é uma noite muito especial.
    Que as estrelas dos céus brilhe sobre
    todos nós.
    Obrigada por ter convivido
    comigo mais um ano ,
    que você contiue com um lindo sorriso sendo
    anjo bom na minha vida.
    Um abraço e meu carinho.
    Um Feliz Natal para você e sua preciosa
    família.
    Que o amor de Deus
    esteja em nossos corações sempre.
    Carinhosamente, Evanir.

    ResponderExcluir