20 de junho de 2010

Quebra-cabeça

Acordou com aquela sensação de que havia encontrado a peça que não se deixava encaixar e que era relegada ao fundo escuro da caixa do quebra-cabeças da infância incansável. Apresentava-se sem a polidez ou a cortesia que lhe cabiam depois de tanto tempo. Surgia amassada, desbotada, já sem nitidez ou brilho. Parecia ajustar perfeitamente ao propósito que lhe tomava o instinto de uma busca constante e que lhe confrontava. Era o instante exato para perder a lucidez, enfrentar a timidez e saltar de uma vez por todas do que lhe limitava depois do recolhimento. Era o ponto encontrado no tempo, a ideia que se fazia do momento de uma mudança que poderia se instalar a contento. Mas quem lhe convenceria a arriscar? O espelho mostrava a face cansada de padecer por experimentar o que a coragem impulsionara nos anos permitidos. Os traços se estendiam de uma ponta à outra sem piedade, marcando as estradas percorridas no período antes juvenil. Os fios longe ainda dos grisalhos já não eram mais tão fortes, contrastando com a fortaleza que o peito carregava, distante do abismo insondável. Sentia-se cair naquele passado que surgia de repente diante dos olhos úmidos que traziam à mente a imagem do que tentara acertar por tantas vezes. Recordava a teimosia da peça que relutava em acomodar-se no lugar destinado. De tanto tentar o que inexplicavelmente cismava em recuar, resolveu permanecer no mesmo ponto e jogou-a novamente para aquele fundo, abaixo da superfície, mas no local onde as mãos ainda conseguiriam alcançar. Mas deixaria lá, na escuridão densa, na repetição do que não queria chamar destino, mas que sabia que ainda muitas vezes teria por se deparar.

5 comentários:

  1. é preciso encarar as coisas como uma curtição e curtir, sem pensar demais.

    boa semana querida.

    bjosss...

    -----_/._\/…..\_
    --_/.._/..../.]\…\
    -/..…..//…/_]..\…\
    -(…../(…(.[_]./…..)
    --\../.\….)._](……/
    ---\|….\/..[_].\…|
    ----'-----..[_]--`'
    ----------..[_]
    ----------..[_]
    ----------..[_]
    ----------..[_]
    @-@.@-..[_]@@@
    -\/—\/.....[_]—\/-/

    ResponderExcluir
  2. Não, encaixe de uma vez por todas a peça que falta. Se perder de novo, não haverá certeza alguma.

    até mais.

    Jota Cê

    ResponderExcluir
  3. Nossa, perdi muitos textos como esse, né? Adoro ler você. E a gente se parece muito porque é aquariana. Não que aquarianos se pareçam, pois são cheios de excentricidades e peculiaridades, mas por serem desse jeito que eu nem sei explicar. ;P Espero que tenha entendido.

    Os quebra-cabeças que vamos montando durante a vida são intermináveis. Por vezes, não encontramos as peças ou recuamos. Deixamos para depois. Mas, sim, um dia tudo acaba se encaixando. Parece otimista demais, mas sei que um dia a peça que eu não encontrei será encontrada num momento melhor. Viajei junto com você. hahaha

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Quantas coisas teimamos em deixar ali...escondidas,camufladas.
    Até que um dia...é preciso lidar com tudo,antes que se sufoque.

    sua sensibilidade,me causa suspiros

    afagos

    ResponderExcluir
  5. passando para te desejar uma semana feliz.]
    ótimo texto, que bom vir aqui.
    Maurizio

    ResponderExcluir