6 de abril de 2009

Conhece-te a ti mesmo

Às vezes, temos uns momentos na vida que pensamos que o melhor é correr riscos, virar a página e recomeçar. Deixar a conhecida e atual conquista da vida para trás, rejeitar ao estacionamento e às paradas forçadas pelas nossas próprias escolhas e buscar o novo, o desconhecido, o arriscado. E foi num dia em que essas ideias brotavam na minha mente e já me levavam pra longe e me encorajavam, que me deparei com a frase "Conhece-te a ti mesmo", atribuída a Sócrates, que teria sido encontrada escrita no templo de Apolo, na cidade grega de Delfos. Foi assim. Surgiu na minha frente. "Por um acaso". Como não acredito mesmo nessa afirmação aqui, parei. Exatamente aí. É como se alguma coisa me dissesse imperativamente. Olha! Espera! Seja racional! Tenha consciência da sua ignorância e vá em busca de você mesma, antes de buscar o que pode achar no outro. É preciso organizar-se inicialmente para só depois pensar em riscos que possam envolver o próximo. Até que ponto suportaria o desilusão? Até onde chegaria sem rumo? Até que limites sustentaria o engano, a decepção, o vexame? A quem recorreria nessas horas?Por que seria inconsequente só para agir sem responsabilidade? Seria o desejo da sensação de um vento suave no rosto, como se estivesse na iminência de saltar de asa-delta de mim mesma? Talvez. Quem sabe. Mas não há como esquecer que serei sempre responsável pelas atos e também pela consequência que atingirá o outro. Tentei reencontrar o caminho inicial que me levaria ao inusitado e ao imponderável. Revitalizei os sonhos e entendi que poderia encontrá-los mais adiante. Compreendi que posso chegar até lá. Com mais calma, mais planejamento, mais humildade. Reencontrar-se comigo primeiramente, entender meus limites, superar meus medos, descobrir meus segredos para, só a partir daí, tentar viver em paz...

5 comentários:

  1. Lu,

    Seus textos são tão bacanas, tão bem escritos, tão cheios de você em cada linha lida. Não se preocupe em conhecer o seu íntimo tanto assim, aprenda a valorizar o simples que sempre jorra de dentro de nós.

    Beijo grande.

    =]

    Rebeca


    -

    ResponderExcluir
  2. "Conhece-te a ti mesmo!" Eu acredito...
    Às vezes é importante olharmos para dentro de nós mesmos, e tentar compreender os outros.
    Ótimo texto!
    Bjss!

    ResponderExcluir
  3. Sócrates era "o cara"!
    Bjoooooooo!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu, vim agradecer sua visita.. fique certo tempo ausente da net e estou retornando... obrigado pelo carinho!!
    Excelente postagem... temos q procurar conhecer a nós mesmos realmente, pois é em nosso intimo que se inicio tudo que esta a nossa volta!!! Parabens pela reflexão!!
    Desejo uma otima semana, abração!!!

    ResponderExcluir
  5. Gente, o desfecho acabou sendo FILOSÓFICO. Afinal quando nos questionamos estamos, também, ENTENDENDO E CAMINHANDO para uma resposta.

    Eu não sei ficar a sós comigo (pleonástico assim mesmo) e adoraria ENCONTRAR-ME, CONHECER-ME... Deve ser por isso que não evoluo nunca! hahahah

    Grande beijo,
    Zin

    ResponderExcluir