20 de março de 2009

Quero colo. Quero juntar os polos que me separam. Quero abrigo. Quero sentido ao que não tem vida. Quero amores. Quero sentir tremores que dão voltas pelo corpo. Quero flores. Quero ver girassóis e sentir seus odores. Quero calor. Quero aproveitar a nuvem e seguir no torpor. Quero abraço. Quero aperto no peito de tanto esperar. Quero saudade. Quero ver a idade que ainda não tive. Quero surpresa. Quero ser a beleza que encanta os olhos. Quero certeza. Quero ter minha fonte na correnteza. Quero beijo roubado. Quero ficar de um lado que não terá como parar. Quero suavidade. Quero saber a verdade que insiste em continuar. Quero mar. Quero oceano constante e vibrante a me embalar. Quero frio. Quero sentir arrepio no toque de pele. Quero chocolate. Quero ser a metade que me encaixa. Quero vida. E sair da esquina de mim mesma. Quero tanto e tantos...

Aiaiai Djavan...é "Fato Consumado"

"Eu quero ver você mandar na razão
Pra mim não é qualquer notícia que abala um coração
Se toda hora é hora de dar decisão, eu falo agora
No fundo eu julgo o mundo um fato consumado e vou embora..."

    

Um comentário:

  1. Olha, minha nega.. esse negócio de sentir "tremores que dão voltas pelo corpo" é legal....

    ResponderExcluir