11 de março de 2009

Estava pensando aqui e, de repente, me dei conta de que há algum tempo não gosto de alguém. Daquele jeito que revigora o humor, tira o sono, sacode por dentro. Não é gostar por gostar e só. É gostar de mesmoooooo. Ultimamente não tive nada arrebatador, que tomasse conta dos meus pensamentos. Talvez por isso tenha andado um pouco cansada de tudo. E foi refletindo agora que lembrei o quanto gosto de gostar.

Nesse momento, estou procurando gostar mais de mim para depois, quem sabe, encontrar alguém para gostar. Mas daquele jeito. De verdade.

Já estava até cantarolando aquela música do Arnaldo Antunes, cantada também por Marisa Monte, "Grão de Amor"...como eu disse alguma vez por aí, essa seria a música ideal para entrar na igreja num dia de casar... 

3 comentários:

  1. É Malandrona... vamos dar as mãos...
    Mas colocando o "curriculum" assim, já já você arruma...rs

    Eu acho que isso deve ser coisa de Aquariáno sabia?

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Já ouviu "Teu Olhar", do Moska??
    É assim...
    "gosto mais do mundo quando posso olhar pra ele com você"

    saudades

    ResponderExcluir
  3. ah, claro, antes de comentar eu dei uma de nossas "gargalhadas bizarras".

    pra bom entendedor, pingo é letra, minha cara

    ResponderExcluir