21 de março de 2009

Dia desses, uma das melhores me disse assim: "Amiga, você é muito ética". Ri. Achei graça. É. Talvez eu seja mesmo. Mas acho que posso dizer cuidadosa. Pés no chão. Calculista. Às vezes, até fria para tomar decisões. Hoje sou assim. Meço os riscos. Meço os perigos. Estabeleço regras para mim, para minha vida. Faço o que me faz bem, sem me exceder. Penso. Analiso. Aprendi a ser assim. Talvez quem teve um divisor de águas pelo caminho, entenda o que digo. Já não sinto aquela ânsia por ultrapassar limites, aquela loucura pelo novo e arriscado, não mesmo. Vivi felicidade, amei, fui desejada incondicionalmente, fui surpreendida diversas vezes com gentilezas, fiquei encantada... Mas também experimentei o proibido, vivi incerteza, passei do ponto, me descabelei, corri desenfreada pela estrada, sofri. Depois de tudo é possível perceber que o tempo vai e isso passará de uma forma ou de outra. Independentemente de ser uma sensação boa ou não. Nada é definitivo. Parece que não tenho mais pressa. E isso não significa que não tenho desejo, tesão, vontades, loucuras. Não significa que não quero nada arrebatador, intenso, voraz. Só não preciso correr para alcançar e nem deixar de fazer escolhas. Quero qualidade no que me é possível. Quero paz. Tranquilidade. Quero mais. Quero certeza, boa intenção, respeito. Não quero ter que abrir mão de tudo ou de algo importante. Não quero desperdiçar tempo e energia. Quero o caminho certo para ir além. Talvez não seja difícil explicar a ela. Até porque já me conhece como poucos. Sou ética, sim, amiga. Mas erro muito também.  

5 comentários:

  1. Oi,

    Vim retribuir a sua visita e dizer que seu cantinho é muuuuito bom tbm viu!
    passe por lá quando quiser, pois passarei por aqui sempre!!!
    bjinhos

    ResponderExcluir
  2. Tua descrição é MATURIDADE. Também ando menos impulsiva, mas não sei se gosto desse meu lado tão RACIONAL...

    Adoro aqui!

    Beijo grande,
    Zin

    ResponderExcluir
  3. É, vc ta certa. Essa amiga falou merda. Mas acho q é pq ela está num momento "dezoito anos" da vida, por isso anda dizendo (e fazendo) tantas asneiras.
    Te amo, flor.

    ResponderExcluir
  4. Tô passando por aqui,,, e passarei outra e outra vez!!rs Acho q não nos conhecemos mais... imagina, vc calculista?!!hahaha Mas estou mto feliz pela maturidade ter chegado, pra mim, pra vc... e, por termos nos reencontrado novamente! Te cuidaaa!! Bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi, querida! Bom ter vc por aqui..Viu aí como estou crescendo..rsrs..Obrigada!! Beijocas

    ResponderExcluir